AI overview Google resumos gerados por AI

Google I/O 2024: revolução nas buscas com AI Overview

23/05/2024 12 minutos de leitura

A conferência anual Google I/O desse ano, que ocorreu em 14 de maio, trouxe novidades impressionantes para o mecanismo de busca. No evento, a empresa mostrou as inovações baseadas na integração da sua inteligência artificial Gemini no nosso querido mecanismo de busca.

Estas novidades tem o potencial de alterar completamente a forma como realizamos pesquisas no Google e a sua página de resultados (SERP). Neste post, vamos entender quatro grandes mudanças anunciadas neste evento, que estão pretendem transformar a experiência dos usuários e chacoalhar profissionais de SEO e marketing.

SGE evolui para AI Overview

Uma das mudanças anunciadas foi a evolução da Search Generative Experience (SGE) para a AI Overview (nome que pode ser traduzido para algo como “resumos gerados por IA”).

Mas o que é a SGE/AI Overview?

O SGE, que já está disponível através do Google Labs, é a integração da inteligência artificial ao mecanismo de busca do Google. Funciona assim: quando alguém faz uma pesquisa, o Google exibe, antes dos links tradicionais, um resumo gerado por IA. Esse resumo é criado a partir de informações extraídas de diversas fontes e condensadas em uma única resposta.

Com a mudança, essa tecnologia deixa de ser chamada de SGE e passa a ser AI Overview. Além disso, traz mudanças na forma como os resumos gerados por IA são entregues ao usuário.

Leia mais detalhes sobre a SGE em nosso tópico sobre IA e SEO.

Como funciona?

Com esta mudança, algumas pesquisas continuam a retornar respostas geradas pela inteligência artificial antes dos resultados padrões. A diferença aqui é que a nova abordagem não será aplicada a todas as pesquisas, e a quantidade de resultados que exibem este tipo de resposta diminui muito com relação ao que tínhamos no SGE.

A mudança foi lançada para os Estados Unidos, e ao longo do ano será expandida globalmente.

Fonte: Google (2024)

Três opções de resposta na AI Overview

Com a mudança de SGE para AI Overview, a inteligência artificial dará três opções de resposta para o usuário selecionar:

  1. Resposta original: A primeira resposta apresentada na página de resultados, semelhante ao que temos no SGE.
  2. Versão simplificada: Um resumo mais direto e conciso da resposta original.
  3. Versão extensa: Uma resposta mais detalhada, estruturada em tópicos e subtópicos, semelhante a um artigo.

É importante destacar que essa novidade pode ser removida ou modificada durante os testes conduzidos pelo Google Labs, dependendo de como as pessoas utilizam o recurso.

Impactos no tráfego

Uma das grandes perguntas que surgem dos profissionais de marketing, SEO e donos de sites, é: o que vai acontecer com meu tráfego se o Google está dando as respostas para as pessoas direto na página de resultados ao invés de deixá-las clicarem nos links?

A verdade é que não dá pra saber ainda. A introdução dos resumos gerados por IA e das outras inovações que ainda vamos abordar pode resultar em grandes mudanças no tráfego orgânico dos sites.

Atualmente, muitas destas e outras novidades do Google ainda estão em estágio de testes, isso significa que não podemos ter certeza dos efeitos das mudanças. Durante os testes, o Google está coletando feedbacks e ajustando as funcionalidades para garantir que ela melhore a experiência do usuário sem prejudicar significativamente os criadores de conteúdo.

Página de resultados organizadas por IA

Outra novidade anunciada no Google I/O 2024 foi a introdução de resultados de busca organizados por IA. Essa atualização promete revolucionar o layout das páginas de resultados do Google (SERP), criando seções específicas para organizar as respostas.

Como funciona?

Por exemplo, para uma busca de “locais para jantar em Ribeirão Preto”, o Google agora pode exibir uma página de resultados organizada em várias seções, com respostas diversas relacionadas à pergunta feita. Essas seções podem incluir:

  • Estabelecimentos e suas avaliações
  • Discussões em fóruns relacionadas à pesquisa
  • Receitas para se fazer no jantar
  • Recursos tradicionais como o já conhecido “as pessoas também perguntam”
  • Publicações de redes sociais, como conteúdos de TikTok
  • Categorias específicas de outras opções de locais para jantar, como “locais românticos” ou “locais tradicionais”

Veja abaixo como ficará a página de resultados com todas estas seções:

Fonte: Google (2024)

Essa nova forma de organização permite que o Google faça uma varredura completa na web e em todos os recursos disponíveis relacionados à pesquisa realizada, facilitando para o usuário encontrar o que precisa de forma intuitiva.

Personalização e flexibilidade

Essa novidade confere à inteligência artificial mais autonomia para gerar o layout da página de resultados do Google de acordo com a pesquisa realizada. Isso significa que a SERP se tornará mais adaptável e personalizada, saindo do padrão tradicional que estamos acostumados. Cada pesquisa poderá gerar uma página com um layout único, complexo e altamente personalizado.

Testes e adaptações: será que esse recurso é realmente útil?

Como qualquer grande mudança, a novidade se encontra em fase de testes. O Google deve avaliar se essa organização da página de resultados realmente melhora a experiência do usuário ou se pode acabar tornando a busca mais complicada.

Por exemplo, se uma pessoa faz uma busca direta como “locais para jantar em Ribeirão Preto”, dificilmente ela está interessada em receitas para fazer no jantar. O que quero dizer é que com uma variedade muito grande de resultados aparecendo em diversos formatos e plataformas, a busca por algo simples pode acabar se tornando mais desgastante. A necessidade de filtrar múltiplas categorias de informação pode tornar a experiência cansativa, ao invés de ajudar.

Raciocínio em várias etapas

Essa novidade apresentada no Google I/O é realmente impressionante, e se refere à capacidade de raciocínio em várias etapas da AI Overview. Esse recurso permitirá que os usuários façam perguntas realmente complexas ao Google e recebam respostas completas.

Como funciona?

A ideia por trás do raciocínio em várias etapas é que os usuários possam fazer perguntas extremamente complexas, com várias subperguntas, dentro de uma única pesquisa. Isso foi descrito pelos representantes do Google como a capacidade de “fazer dez perguntas dentro de uma”. O Google será capaz de dividir a pesquisa em várias partes, encontrar respostas para cada uma delas e, em seguida, retornar com resultados completos e coesos.

Por trás dessa capacidade de responder perguntas complexas está o Gemini, a IA do Google, realizando o raciocínio em várias etapas (multi-step reasoning). Este processo funciona da seguinte maneira:

  • Divisão da pergunta principal: O Gemini quebra a pergunta principal em várias partes, e cada uma dessas partes é tratada como um problema que precisa ser resolvido.
  • Compreensão dos problemas e ordem de resolução: A IA entende quais problemas precisam ser resolvidos e em qual ordem. Isso permite que o sistema siga uma sequência lógica para encontrar as respostas.
  • Uso de tecnologia em tempo real: Com base na avançada tecnologia de informação em tempo real do Google, o Gemini consegue passar as informações de forma rápida e precisa.
  • Montagem da página de resultados: Após encontrar as informações relevantes, o Gemini monta uma página de resultados que responde a todas as subperguntas de maneira coesa e organizada.

Exemplo prático

Durante o evento, essa funcionalidade foi demonstrada com a seguinte pesquisa:

“Encontre o melhor estúdio de Yoga em Boston, mostre detalhes sobre suas ofertas para iniciantes e mostre o tempo de caminhada a partir de Beacon Hill.”

Veja como o Google responde a essa pergunta complexa:

Fonte: Google (2024)

Neste exemplo, a AI Overview foi capaz de:

  1. Identificar os melhores estúdios de Yoga em Boston: Realizar uma pesquisa abrangente para encontrar os estúdios mais bem avaliados da cidade.
  2. Obter detalhes sobre as promoções para iniciantes: Verificar os sites dos estúdios para encontrar informações sobre promoções e ofertas especiais para novos alunos.
  3. Calcular o tempo de caminhada: Usar os dados do Maps para calcular o tempo de caminhada do bairro Beacon Hill até cada um dos estúdios selecionados.

A AI Overview realiza cada uma destas tarefas de forma separada, integra todos os resultados e informações em uma resposta simplificada e organizada, facilitando a compreensão e o uso pelo usuário.

Com a implementação destas recomendações feitas por IA baseadas nas avaliações de estabelecimentos e empresas, fica claro que as avaliações no Google My Business se tornarão ainda mais importantes do que já são, especialmente para negócios locais.

Impacto na experiência do usuário

Essa funcionalidade do mecanismo de busca do Google irá transformar a experiência de usuário. Pesquisas que antes poderiam levar horas, com o usuário tendo que consultar várias fontes e juntas as informações por conta própria, agora podem ser concluídas em minutos. O próprio Google irá fazer todo o trabalho.

Impacto no conteúdo criado por humanos

Embora a capacidade de raciocínio em várias etapas do Gemini represente um grande avanço tecnológico e em eficiência no processo de busca, essa funcionalidade levanta preocupações importantes sobre o impacto no trabalho de pesquisa realizado por pessoas.

ia overview e o conteúdo de qualidade

Blogs de avaliação, canais de YouTube especializados, revistas e outros criadores de conteúdo dedicam muito tempo e esforço para produzir avaliações detalhadas, entrevistas, opiniões baseadas em experiências reais, em diversos nichos. Estes conteúdos tem um grande valor por fornecerem informações autênticas aos usuários.

Com a nova funcionalidade do Google, os profissionais especulam sobre o risco de que todo esse conteúdo rico seja condensado em um resumo muito breve dentro de um card da AI Overview. Este card pode dar uma resposta muito sucinta e direta, o que pode acabar negligenciando o trabalho extensivo realizado pelos criadores de conteúdo. A preocupação é que, ao oferecer respostas extremamente enxutas, o Google possa negar o tráfego aos sites e canais que originalmente produziram essas informações.

Este é um dos debates levantados pelos profissionais que se preocupam com o futuro do SEO a partir destas mudanças. Mas calma! Sabemos que o SEO está em constante evolução, desde seu surgimento, assim como o mecanismo de busca do Google. É preciso pensar que este é mais um momento de grandes transformações que vão exigir adaptação por parte dos profissionais. Por isso ficamos de olho nas novidades.

Planejamento com inteligência artificial

Outra novidade anunciada no Google I/O com relação ao mecanismo de busca, foi a sua nova capacidade de criar planejamentos personalizados para os usuários. Isso irá simplificar a organização de tarefas, podendo ser feita diretamente no Google.

Como funciona?

O usuário poderá digitar na barra de pesquisa algo como “planejar uma viagem de 5 dias para Paris” e o Google retornará um planejamento completo. Este planejamento será exibido em cards que contém sugestões de atividades para cada dia, incluindo informações sobre os locais a serem visitados e horários recomendados. O usuário terá a opção de clicar nos cards para ver mais detalhes sobre cada atividade.

Até o momento, conforme o que foi divulgado na conferência do Google, essa função está disponível para planejamento de refeições e viagens. Eles estão fazendo testes para liberar a função para outros tipos de planejamentos também como festas, encontros e exercícios físicos.

Impacto nos sites e blogs especializados

Essa nova funcionalidade pode representar uma ameaça aos sites e blogs que se dedicam a ajudar o usuário a montar planejamentos detalhados. Blogs focados em nutrição, sites de viagens e outros nichos que oferecem orientações e planos personalizados podem ver uma redução no tráfego. Com o Google oferecendo uma solução pronta diretamente na página de resultados, é esperado que haja uma diminuição do acesso nestes sites.

Conclusão

Muitas outras novidades foram anunciadas na conferência Google I/O 2024, mas as mudanças discutidas aqui são especialmente relevantes para profissionais de SEO e marketing, pois afetam diretamente os mecanismos de busca.

A conferência revelou uma centena de novas funcionalidades e ferramentas para o ecossistema Google, sinalizando que a empresa está se adaptando à era da IA e buscando trazer mais praticidade para os usuários.

Diante dessas transformações, devemos estar atentos às mudanças que a página de resultados irá sofrer. Quando essas novidades chegarem ao Brasil, será essencial observar os tipos de respostas que a nova SERP oferecerá para diferentes buscas e adaptar o conteúdo de acordo.

Esses são apenas alguns insights sobre as novidades anunciadas na conferência. Acompanhe nosso blog para mais atualizações sobre as inovações do Google e as mudanças no universo do SEO!

Compartilhe
Raísa Fabel
o autor

Raísa Fabel

Analista de SEO e estrategista de conteúdo na MO4 web.

Este site utiliza cookies que salvam seu histórico de uso. Para saber mais, leia a nossa política de privacidade